Livro revela incômodo de ex-cunhado com caixas de dinheiro vivo na casa de Bolsonaro

Um bom livro para o período pré-eleitoral sai agora em setembro pela Zahar: “O negócio do Jair: a história proibida do clã Bolsonaro”.

Escrito por Juliana Dal Piva, o que é garantia antecipada de apuração obsessiva e cuidadosa, o texto traz revelações sobre a relação do presidente com André Siqueira Valle, o ex-cunhado demitido do gabinete de Bolsonaro por não devolver a quantia exigida pelo então deputado.

Juliana detalha o incômodo de Valle com caixas de dinheiro vivo que via dentro da casa de Bolsonaro na Barra da Tijuca no período em que vivia com a irmã e seu marido. Outros ex-funcionários também relatam ter visto quantias graúdas de dinheiro em espécie na residência do casal. (O Globo)

O cúmulo do absurdo da Exata ao inventar Hertz Dias e Enilton Rodrigues com rejeição superior a Weverton Rocha

O senador Weverton Rocha (PDT) e todo o seu grupo político decidiram zombar da opinião pública e subestimar a inteligência do povo do Maranhão. Não existe outra explicação para justificar os números absurdos divulgados pela pesquisa do Instituto Exata/TV Guará na noite desta sexta-feira (22). Aliás, o levantamento tinha sido suspenso pela Justiça Eleitoral por fraude um dia antes da divulgação.

Mas por que o Blog do Domingos Costa fala com tanta propriedade que a pesquisa da Exata que coloca Weverton Rocha com 29% das intenções de voto e o governador Carlos Brandão (PSB) com 27% é fraudada?

É que no quesito rejeição, a Exata, cujo dono é o pedetista Lino Emiliano Praseres Silva, ex-candidato a prefeito do município de Vitória do Mearim, teve a ousadia de colocar o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, liderando.

Para além desse absurdo fabricado nos porões do PDT na Rua dos Afogados, a pesquisa Exata ousou ainda mais ao colocar o governador Brandão como o segundo mais rejeitado, e acreditem, seguiu com Simplício Araújo e Lahésio Bonfim com alta rejeição.

E pasmem, Weverton, Lino a Exata e os pedetistas alcançaram o cúmulo da patifaria ao inventar os desconhecidos Hertz Dias e Enilton Rodrigues, pré-candidatos ao governo do PSTU e PSOL, respectivamente, com rejeição acima do senador pedetista em todo o território maranhense.

Como duas figuras desconhecidas como os pequenos pré-candidatos do PSTU e PSOL, conseguem, na visão da Exata, liderar rejeição no Maranhão? Os que eles fizeram de tão negativo para serem os mais rejeitados entre os maranhenses?

– Os motivos que fazem de Weverton o mais rejeitado

Qualquer “analfabeto político” sabe que, ao contrário do que vomita a Exata, o senador Weverton é o pré-candidato mais rejeitado entre os maranhenses, os motivos são inúmeros:

1. Tem a imagem atrelada a suspeita de desvio de recursos públicos devido aos inúmeros processos que responde na justiça por improbidade administrativa, aliás, o primeiro dos tantos veio quando o pedetista tinha apenas 18 anos;

2. É o candidato apoiado por Josimar de Maranhãozinho, político sinônimo de corrução – alvo de inúmeras operações da Polícia Federal e da Polícia Civil por desvio de dinheiro público, até vídeo com os maços de dinheiro foram exibidos na TV Globo e viralizaram na internet;

3. Rocha possui o pré-candidato a vice-governador indicado pelo PL (deputado Hélio Soares) – partido do presidente da República Jair Bolsonaro, político mais odiado pelos maranhenses;

4. A imagem de Weverton é atrelado ao orçamento secreto – usado para comprar voto no Congresso Nacional e que está sendo alvo de investigação da Policia Federal e do Ministério Público Federal devido ao escândalo nacional de fabricação de procedimentos na área da saúde, estampado na revista Piauí deste mês;

5. O grupo político de Rocha está ligado aos desvios de dinheiro público alvo da Operação Odoacro deflagrada pela Polícia Federal com foco à 8ª Superintendência Regional Codesvaf e ao empresário Eduardo José Barros Costa, o Eduardo DP, conhecido também como “Imperador”.

Portanto, motivos e razões para justificar Weverton Rocha como o mais rejeitado não faltam. A Exata precisa ser impedida de publicar tantas mentiras e fraudes, assim como fez nas eleições de 2020 quando dizia que Neto Evangelista, apoiado pelo PDT, iria para o segundo turno contra Eduardo Braide na disputa pela prefeitura de São Luís.

Carlos Brandão tem vantagem sobre Weverton em todas as disputas

  •  Jorge Vieira

Se fosse no futebol, Carlos Brandão (PSB) poderia pedir música no Fantástico, da Rede Globo, a final foram três vitórias consecutivas sobre seu principal oponente até agora, o senador Weverton Rocha (PDT), consideradas decisivas na composição das alianças para a disputa do governo do estado.

O primeiro revés sofrido pelo pedetista aconteceu quando fazia parte do grupo do ex-governador Flávio Dino no processo de escolha do nome que representaria o grupo na sucessão estadual. Weverton tentou se impor como candidato do bloco governista, mas foi derrotado pela maioria dos partidos, que se posicionou a favor de Brandão.

Rejeitado por Dino e seus aliados, Weverton tentou associar sua pré-campanha ao líder maior do PT e pré-candidato a presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva e até contou com o apoio de um pequeno grupo dissidente liderado pelo presidente do diretório municipal de São Luís, Honorato Fernandes, porém a estratégia não funcionou.

A direção nacional do PT articulou e fechou com a direção nacional do PSB a composição de uma federação partidária incluindo ainda PCdoB e PV, definiu a chapa com Lula presidente, Brandão governador, Felipe Camarão vice e Flávio Dino senador, sepultando as esperanças do senador pedetista em ter Lula em seu palanque.

Para completar, o senador ainda nutria a vaga esperança de contar com o apoio do União Brasil, no entanto, mais uma vez foi contrariado pelos fatos e viu a direção nacional do partido entregar o comando da legenda no estado ao deputado Pedro Fernandes, que já confirmou apoio a Brandão.

Após sucessivas derrotas, só restou ao senador pedetista se abraçar com a escória da política nacional: os partidos de direta que formam a base de sustentação do governo de Jair Bolsonaro. O problema é que o PDT tem Ciro Gomes como seu representante da corrida presidencial e exige fidelidade de seus militantes que disputam cargos majoritário, como é o caso de Weverton, que vem mostrando indiferença com a candidatura de Ciro.

Nos bastidores da sucessão é voz corrente a análise de que o senador corre sério risco de não passar para o segundo turno, algo que ele mesmo já admitiu em entrevista ao programa Bom Dia Mirante, quadro Bastidores. Edivaldo Holanda Junior (PSD) e Lahesio Bonfim (PSC) se aproximam e encurtam distância a cada pesquisa.

PESQUISA: em São Luís Brandão lidera corrida para o governo

Governador Carlos Brandão

Blog do Gilberto Léda divulga nesta sexta-feira, 22, com exclusividade, mais um levantamento do instituto Econométrica sobre a sucessão para o Governo do Maranhão.

A nova pesquisa de intenções de votos foi realizada apenas em São Luís, com 1.053 entrevistas feitas entre os dias 10 e 13 de julho. O registro foi feito na Justiça Eleitoral sob o número MA-06813/2022. A margem de erro é de 3%, com um intervalo de confiança de 95%.

O resultado aponta que o governador Carlos Brandão (PSB) lidera a corrida na capital, com 28,7%, pouco mais de 3 pontos percentuais à frente do ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PSD), que tem 24,4%.

O terceiro colocado é o senador Weverton Rocha (PDT), que aparece com 19%, seguido por Lahesio Bonfim (PSC), 10,4%; Simplício Araújo (SDD), 0,8%; Enilton Rodrigues, 0,7%; e Hertz Dias (PSTU), 0,2. Brancos e nulos somaram 9,4% e Não sabe/não responderam, 6,5%.

Confronto direto

A Econométrica também levantou alguns cenários de confronto direto. Nesse caso, Brandão venceu todos os cenários sugeridos. E Edivaldo Holanda Júnior venceu o senador Weverton Rocha.

Veja os números:

MDB e Roseana formalizam apoio a Brandão

O MDB confirmou ontem em convenção o já prenunciado apoio à candidatura do governador Carlos Brandão à reeleição, e foi além, ao decidir, em votação, que a coligação com o PSB envolve toda a chapa, incluindo a candidatura do ex-governador Flávio Dino ao Senado. Por conta da insatisfação de alguns setores do partido, o apoio a Flávio Dino não foi declarado, mas terá de ser oficializado na ata da convenção. Com a decisão, tomada em votação com o aval da esmagadora maioria dos delegados do partido de todo o estado, o MDB consolidou sua decisão de participar das eleições apenas no plano proporcional, com chapas de candidatos a deputado federal e à Assembleia Legislativa. A reunião partidária, que teve momentos de tensão provocados pelo deputado federal Hildo Rocha, contrário à coligação com o PSB, foi comandada pela ex-governadora Roseana Sarney, que oficializou sua candidatura na chapa de 19 candidatos à Câmara Federal, e chancelou a relação de 31 candidatos emedebistas à Assembleia Legislativa. Tão logo teve confirmado a coligação do MDB com o PSB em torno da sua candidatura à reeleição, o governador Carlos Brandão (PSB) foi à convenção emedebista agradecer a aliança.

A coligação MDB/PSB aprovada na convenção emedebista não foi uma costura fácil. Ela foi o resultado de semanas de conversas, com alas do partido, ligadas ao ex-senador Edison Lobão e ao deputado federal Hildo Rocha resistindo à proposta de apoio à chapa do PSB, principalmente a candidatura do ex-governador Flávio Dino ao Senado. Na votação de ontem, a cédula continha pergunta sobre essa aliança. A esmagadora maioria, cerca de 90% dos delegados, vindos de todas as regiões do estado, aprovou a coligação majoritária, que pelas regras eleitorais tem de incluir governador e senador. Realizada a partir das 14 horas, a convenção foi iniciada com a decisão da cúpula emedebista já tomada de colocar em votação a proposta de aliança integral com o PSB.

A escolha do MDB, feita de forma aberta e democrática, foi uma vitória das forças que querem um partido mais arejado e mais aberto ao diálogo com as demais correntes políticas do estado, e uma derrota para os grupos que tentaram levar o MDB para a seara bolsonarista, apoiando a candidatura do senador Roberto Rocha (PTB) à reeleição. Tanto que, inconformado com a tendência favorável à coligação com a legenda socialista, incluindo o apoio à candidatura do ex-governador Flávio Dino ao Senado, o deputado federal Hildo Rocha protestou, criou um forte tumulto na convenção, chegou a quebrar uma das urnas de papel, tendo sido contido por dura intervenção do deputado estadual Roberto Costa, um dos mais ativos líderes do MDB e favorável à aliança com o PSB.

Com a decisão, o MDB optou pelo caminho mais próximo à sua realidade política, em que pesem as diferenças que mantém com o governador Carlos Brandão. Desde o início das articulações, a cúpula emedebista descartou aliar o partido à candidatura do senador Weverton Rocha (PDT), com quem as diferenças são muito mais profundas não deu importância à candidatura do ex-prefeito Edivaldo Jr., apesar da proximidade com a cúpula do PSD com o comando emedebista, e nem admitiu a possibilidade de vir a apoiar o candidato do PSC, Lahesio Bonfim, mesmo sendo o presidente do partido, deputado Aluísio Mendes, próximo também do comando emedebista. Desde o início, Carlos Brandão foi a opção provável e possível. A começar pelo fato de que ele tem suas raízes políticas na seara sarneysista, no grupo liderado pelo ex-governador José Reinaldo Tavares.

No final da convenção, a agora candidata a deputada federal Roseana Sarney fez um discurso forte de apoio ao projeto de reeleição do governador Carlos Brandão, destacando sua trajetória de atuação e correção políticas. Evitou tocar na situação relacionada com a vaga no Senado, indicando que a pendência será resolvida sem maiores problemas.  Presente à convenção, Carlos Brandão agradeceu o apoio: “Esse é um momento histórico. Minha gratidão a todos vocês que fazem o MDB. Nosso estado continuará crescendo e o MDB fará parte dessa nova página que está sendo escrita”. ReporterTempo

CULTO DE POSSE: novo pastor da Igreja Assembleia de Deus de Tuntum será recebido na próxima quarta-feira (27)

O rebanho de evangélicos da 1ª Igreja Assembleia de Deus de Tuntum já está se preparando para receber o seu novo pastor presidente, ato que se dará com um culto de posse no templo central da igreja, localizada na rua 12 de Setembro.
O novo líder espiritual dos assembleianos de Tuntum, é o pastor Jaaziel Morais, que terá como auxiliar o pastor Jaaziel Júnior, seu filho. Ambos estavam presidindo a igreja da cidade de Altamira do Maranhão. Para que pai e filho assumam a igreja de Tuntum, a Convenção Estadual das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão (CEADEMA), determinou uma permuta entre o pastor José Carlos Santos Rabelo, que também assumirá no mesmo período a liderança da igreja de Altamira do Maranhão.

Exame/Ideia: Lula segue na liderança; Bolsonaro continua bem abaixo

Exame/Ideia: Lula segue na liderança com 44%; Bolsonaro tem 33%
Montagem iG /

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está com 11 pontos percentuais à frente de seu principal adversário, o presidente Jair Bolsonaro (PL). De acordo com a última pesquisa Exame/Ideia, divulgada nesta quinta-feira (21), Lula está com 44% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro está com 33% no primeiro turno.

Ciro Gomes (PDT) está empatado dentro da margem de erro com Simone Tebet (MDB). O pedetista tem 8%, enquanto Tebet pontua 4%. Na sequência, estão André Janones (Avante), com 2%, Luiz Felipe D’ávila (Novo) e Pablo Marçal (Pros) com 1% cada.

Os que afirmam votar em branco, nulo ou em nenhum dos nomes testados correspondem a 4%. Outros 3% não souberam ou não responderam.

https://sender.clevernt.com/transporter/49027.php?ppuc=0&ppu=0&id=502745&ref=aHR0cHM6Ly91bHRpbW9zZWd1bmRvLmlnLmNvbS5ici9wb2xpdGljYS8yMDIyLTA3LTIxL2V4YW1lLWlkZWlhLWx1bGEtbGlkZXJhbmNhLWJvbHNvbmFyby5odG1s&ruri=aHR0cHM6Ly93d3cuaWcuY29tLmJyLw%3D%3D&r=347642180&tok=33419711310201791433&cmpId=&fb=0&iv=-1&ctr=BR&sz=688&wn=uolid&res=393×688&landing=1&hei=250px&mode=banner&ts=96.081

Confira os resultados:

https://flo.uri.sh/visualisation/10702609/embed?auto=1
  • Lula – 44%
  • Bolsonaro – 33%
  • Ciro Gomes – 8% 
  • Simone Tebet – 4%
  • André Janones – 2%
  • Luiz Felipe D’Avila (Novo): 1%
  • Pablo Marçal (Pros): 1%
  • Vera Lucia (PSTU): 0,5%
  • Luciano Bivar (União Brasil): 0,2%
  • Sofia Manzano (PCB): 0,1%
  • José Maria Eymael (DC): 0,1%
  • Ninguém/branco/nulo: 4%
  • Não sabem: 3%

Segundo turno

Em um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista sairia vitorioso com 47% dos votos. Bolsonaro teria 37%. Outros 11% afirmam que votarão branco ou nulo, enquanto 5% ainda não sabem.

Eliziane Gama, Brandão e Dino realizam encontro com evangélicos

Foto: Divulgação

Em mais uma rodada de diálogo com a população maranhense, o governador Carlos Brandão (PSB), o pré-candidato a vice-governador Felipe Camarão (PT) e o pré-candidato ao Senado, Flávio Dino (PSB) reuniram-se com evangélicos em São Luís na noite de terça-feira (19).

O evento foi coordenado pela senadora Eliziane Gama (Cidadania) e teve a presença expressiva dos cristãos evangélicos que demonstraram apoio a Dino, Brandão, Camarão.

Além de lideranças evangélicas e pré-candidatos, a reunião também contou com a participação da primeira-dama, Larissa Brandão.

Nas redes sociais, Brandão comentou o encontro e afirmou que a reunião foi especial, um momento para agradecer as bênçãos recebidas.

“Momento para agradecer, seguirmos confiantes nas promessas de Deus para todos nós e de nos reunirmos em louvor e em oração por tantas bênçãos recebidas! Noite especial em união com o nosso Senhor, na companhia de amigos e de companheiros de projetos, de sonhos e de caminhadas“, escreveu o governador.

A reunião é mais uma edição do movimento “ O Maranhão Não Pode Parar “ que realiza reuniões com comunidades e segmentos sociais visando ouvir propostas para o próximo quadriênio 2023-2026.

Acusados de matar advogado no litoral do Piauí, são presos em Peritoró

Eles são suspeitos de sequestrar e matar o advogado piauiense Raimundo José Costa Siqueira em abril deste ano.

Advogado piauiense Raimundo José Costa Siqueira (na foto acima) ficou desaparecido por 17 dias — Foto: Reprodução/Redes sociais

A Polícia Civil do Piauí prendeu nesta quarta-feira (20) Erasmo de Morais Furtado e Fábio Roberto Ruiz em Peritoró, no Maranhão. Eles são suspeitos de sequestrar e matar o advogado piauiense Raimundo José Costa Siqueira em abril deste ano.

Segundo o coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), delegado Tales Gomes, não há dúvidas que os dois são os executores do advogado. Um terceiro suspeito identificado como Heliton Borges Machado não foi localizado.

“Eles estavam fugindo desde que o corpo do advogado foi encontrado em uma praia do município de Humberto de Campos, no Maranhão. Os dois estavam em Peritoró algum tempo”, informou o delegado.

Carro apreendido com os suspeitos de matar advogado piauiense — Foto: Divulgação/PC-PI

Com os suspeitos foram apreendidos duas armas, dinheiro e um carro. Eles serão recambiados para Teresina ainda nesta quarta-feira.

Ao g1, o delegado Tales Gomes revelou que a suspeita que a motivação da morte do advogado esteja relacionada com prática de crime e divergência no crime que os suspeitos e a vítima vinham executando.

“Os dois têm passagens pela polícia. O Fábio é foragido da Justiça do Paraná e o Erasmo é ex-policial militar preso na Operação Dictum em 2019 e teve participação no roubo de R$ 300 mil do Banco do Nordeste”, contou.

Carro incendiado

Carro de advogado foi encontrado incendiado no Piauí — Foto: Reprodução/Redes sociais

Antes do desaparecimento, Raimundo foi visto na companhia do cabo Anderson, da Polícia Militar, que presenciou criminosos atirando na cabeça do advogado e levando a vítima.

Em depoimento, o cabo Anderson contou que foi atingido com um tiro de raspão na perna e conseguiu fugir para o matagal. Já o advogado, segundo a testemunha, foi atingido com um tiro na cabeça e teve o carro levado pelos criminosos.

Do G1 Ma

 

   

Suspeito de praticar assaltos é morto pela polícia em Dom Pedro

Imagem: Reprodução

As guarnições participavam da operação “Dom Pedro em Paz” quando por volta das 23h40 foi recebida a informação de que 02 (dois) indivíduos em uma titan vermelha acabara de cometer assaltos em sequência, com uso de arma de fogo, na Rua Lino Pires, no centro de Dom Pedro.

Diante das informações as equipes de policiais do 18º BPM foram em direção a área do roubo e se deparam com 02 indivíduos com as mesmas características, em uma moto titan vermelha, parados em frente a uma casa, ao avistar os policiais desobedeceu a voz de parada, sacou um revólver e atirou em direção aos policiais, que revidaram a injusta agressão e alvejando um dos suspeitos.

Os policias prestaram socorro ao indivíduo levando-o ao Hospital Geral de Dom Pedro, recebendo a informação que o mesmo veio a óbito logo em seguida.

Imagem: Reprodução

Ainda no hospital apareceram algumas vítimas reclamando de que o Leone e outra pessoa o haviam tomado celulares.

que o indivíduo era um dos responsáveis por vario roubos a pessoas, roubos de moto, invasão a residências e estava causando.

Diante dos fatos, a guarnição apresentou todo o material apreendido às autoridades para as providências cabíveis. Assessoria da PM

RECADO DE DINO: “No Senado, não usarei orçamento secreto para falcatruas”

Flávio Dino

O ex-governador Flávio Dino usou as redes sociais para exaltar a história de vida de uma estudante do IEMA, escola de tempo integral implantada no seu governo.

E aproveitou para dar uma cutucada no senador Weverton Rocha (PDT), que está no centro do escândalo de emendas parlamentares do orçamento secreto no Maranhão denunciadas pela Revista Piauí.

“Chegando ao Senado, não usarei orçamento secreto para falcatruas, e sim verbas públicas para apoiar ESCOLAS e abrir avenidas de oportunidades”, disparou Dino.

O recado foi dado.

DoJorgeVieira

PF faz operação em Dom Pedro e Santo Antonio dos Lopes contra fraudes em licitações

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 20/7, nas cidades de São Luís/MA, Dom Pedro/MA, Codó/MA, Santo Antônio dos Lopes/MA e Barreirinhas/MA, a Operação Odoacro, com a finalidade de desarticular associação criminosa estruturada para promover fraudes licitatórias, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro, envolvendo verbas federais da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

A investigação constatou a existência de um engenhoso esquema de lavagem de dinheiro, perpetrado a partir do desvio do dinheiro público proveniente de procedimentos licitatórios fraudados.

As diligências apontaram para a utilização do mesmo modus operandi, inclusive com as mesmas pessoas interpostas e empresas de fachada, de condutas realizadas em 2015, quando a Polícia Civil conseguiu identificar uma associação criminosa instituída para desviar recursos públicos do Município de Dom Pedro/MA.

Após a referida operação policial, notou-se que o esquema criminoso não recuou, ao contrário, acabou crescendo exponencialmente nos anos posteriores, alterando, apenas, a origem da verba desviada – que passou a ser federal.

Descobriu-se que são constituídas pessoas jurídicas de fachada, pertencentes formalmente a pessoas interpostas, e faticamente ao líder dessa associação criminosa, para competir entre si, com o fim de sempre se sagrar vencedora das licitações a empresa principal do grupo, a qual possui vultosos contratos com a Codevasf.

O líder desse grupo criminoso, além de colocar as suas empresas e bens em nome de terceiros, ainda possui contas bancárias vinculadas a CPFs falsos, utilizando-se desse instrumento para perpetrar fraudes e dificultar a atuação dos órgãos de controle.

Ao todo, 80 policiais federais cumpriram as determinações judiciais expedidas pelo 1ª Vara Federal de São Luís/MA, que decorreram de uma representação elaborada pela Polícia Federal.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação, lavagem de capitais e associação criminosa. Somadas, as penas podem chegar a 16 anos de prisão.

Como a associação criminosa ora desmantelada é liderada por um investigado apelidado de “Imperador”, denominou-se a presente fase ostensiva de “Operação Odoacro”, em referência ao sobrenome do soldado italiano que capitaneou uma revolta que colocou fim ao Império Romano.

PF deflagra operação para apurar fraudes contra o Auxílio Emergencial no MA

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (19), operação que visa apurar a ocorrência de fraudes contra o Auxílio Emergencial no Maranhão. Na ação, foi cumprido mandado de busca e apreensão expedido pela justiça federal na cidade de Imperatriz/MA,

As denúncias foram comunicadas à Base Nacional de Fraudes ao Auxílio Emergencial – BNFAE.

A partir das diligências foi possível detectar que os investigados teriam sido beneficiários dos valores de pelo menos 51 contas do auxílio emergencial por meio de pagamentos de boletos e transações bancárias, no período compreendido entre 30/05/2020 a 11/06/2020, num montante fraudado de R$ 41.235,39 (quarenta e um mil e duzentos e trinta e cinco reais e trinta e nove centavos).

Um dos investigados utilizou um RG falso em nome de terceira pessoa para abrir uma conta junto a um banco para possibilitar a realização de transações bancárias e obtenção de vantagem indevida.

Segundo os levantamentos, até o momento, os investigados se utilizavam de documentos falsos em nome de terceiros para abertura de contas em bancos digitais para a emissão de boletos bancários pagos com valores sacados indevidamente do auxílio emergencial de vítimas diversas, causando prejuízos às mesmas e à União.

No cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência de um dos investigados foram arrecadados diversos aparelhos de celular, notebook, cartões bancários em nome de terceiros, e alguns documentos de identidade falsos, tanto em nome do próprio investigado como de outras pessoas, cujas participações serão devidamente apuradas, além da quantia R$ 29.000,00 (vinte e nove mil reais) em dinheiro.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de furto mediante fraude, estelionato, falsidade ideológica e uso de documento falso, entre outros que porventura estejam conexos.

Maranhão já tem mais de 5 milhões de eleitores

No dia 2 de outubro, primeiro turno das Eleições 2022, 156 milhões 454 mil e 11 eleitoras e eleitores poderão comparecer às urnas para escolher representantes para os cargos de presidente da República, governador, senador e deputado federal, deputado estadual ou distrital.

No Maranhão, o número de aptos é de 5 milhões 42 mil e 999, dos quais 4 milhões 403 mil e 760 (87,32%) têm dados biométricos cadastrados (foto, assinatura e digitais) e 639 mil 239 mil (12,68%) não e ainda 735 com nome social habilitado.

Estes e outros números foram divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral na última sexta, dia 15 de julho, pelo presidente, ministro Edson Fachin, que são “efetivamente impressionantes” e demonstram “a pujança cívica da cidadania, uma vez que os dados revelam “o maior eleitorado cadastrado da história brasileira”.

Para o ministro, este é mais um serviço que a Justiça Eleitoral presta, como tem feito em 90 anos de existência, e em mais de 25 anos do sistema eletrônico de votação em prol da democracia, em prol de um sistema seguro, transparente e auditável”.

Evolução e distribuição – O eleitorado brasileiro está distribuído em 5.570 cidades – com a inclusão de Brasília e Fernando de Noronha – além de 181 cidades no exterior. A votação ocorrerá em 496.512 seções eleitorais distribuídas em 2.637 zonas eleitorais.

No Maranhão, são 217 cidades, distribuídas em 19.485 seções eleitorais (sendo 8.045 acessíveis) de 5.854 locais de votação em 105 zonas eleitorais.

Segundo as estatísticas da Justiça Eleitoral maranhense, em 2012 eram 4.558.855; em 2016 4.611.247 e em 2020 4.758.629; ou seja, só nesta última comparação, houve aumento de 284 mil e 370 eleitoras e eleitores.

Título revalidado – Para 2022, amparados pela Resolução TSE n° 23.696/2022, no Maranhão, eleitoras e eleitores de 125 municípios onde houve implantação da biometria nos anos de 2018/2019 tiveram o cancelamento do título revertido para as eleições 2022 diante do contexto da pandemia de Covid-19.

Mulheres são maioria – As mulheres permanecem sendo a maioria do eleitorado no Maranhão, representando 51,72% dele (2.608.018) e os homens 48,28% (2.434.747). Não informaram gênero 234.

Nome social – Pela terceira eleição consecutiva, a Justiça Eleitoral garante que pessoas transgênero, transexuais e travestis tenham o nome social – aquele pelo qual o eleitor prefere ser designado – impresso no título de eleitor e no caderno de votação.

Neste ano, no Maranhão, são 735 e em 2020 foram 202 e em 2018 129 pessoas. Um aumento de 606 que optaram pelo nome social ao se registrarem ou atualizarem os dados na Justiça Eleitoral.

Maiores colégios eleitorais – São Luís permanece com maior número de eleitoras e eleitores: 749.873, seguida por Imperatriz (182.605), Timon (115.629), São José de Ribamar (115.164) e Caxias 108.413).

Voto facultativo – No Brasil, o voto é facultativo para os jovens de 16 e 17 anos, para as pessoas acima dos 70 anos e para os analfabetos. Nas eleições deste ano, 2.116.781 de jovens anos poderão votar. Em 2018, essa faixa etária alcançou 1.400.617. Esse número corresponde aos eleitores com 16 e 17 anos que terão essa idade no dia 2 de outubro, data do primeiro turno do pleito.

Em relação a 2018 houve um crescimento de 51,13% nessa faixa etária do eleitorado, fruto principalmente das ações promovidas pela Justiça Eleitoral durante a Semana do Jovem Eleitor. Somente nos quatro primeiros meses de 2022 o Brasil ganhou mais de dois milhões de novos eleitores jovens.

No Maranhão, os jovens entre 16 e 17 anos aptos a votar em 2022 somam 131.595.

Escolaridade / Grau de instrução / Estado Civil – Quanto ao grau de instrução, o Maranhão tem sua maioria do eleitorado (25,25%) com o ensino médio completo (1.273.558); a faixa etária de 25 a 29 anos predomina com 563.228 e o estado civil solteiro corresponde a 72% (3.622.445)

Eleitorado com deficiência – Para as Eleições 2022, 1.271.381 de eleitoras e eleitores declararam ter algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida, um crescimento de 331.466 pessoas em relação a 2018, quando 939.915 pessoas afirmaram estar nessas condições, um aumento de 35,27%.

No Maranhão, acerca de eleitorado com deficiência são 14.098 informados como “outras”; de locomoção 9.204 (26,08%); visual 7.020 (19,89%); auditiva 4.253 (12,05%) e dificuldade para o exercício do voto 715 (2,03%).

De acordo com o Calendário Eleitoral, o eleitor nessa situação tem até o dia 18 de agosto para solicitar transferência para uma seção com acesso facilitado.

Mais informações sobre o perfil do eleitorado em 2022 podem ser obtidas na página de Estatísticas do TSE.