Processo contra Júnior do Nenzin, acusado de matar o pai, é desengavetado e enviado para São Luís

Júnior do Nenzim nunca foi julgado pela morte do pai...

Júnior do Nenzim nunca foi julgado pela morte do pai…

O processo penal de competência do júri popular em que figura como réu Manoel Mariano de Sousa Filho, o Júnior do Nenzim ou “Júnior Vaquerim” (PSC), encontrava-se paralisado nas gavetas da segunda vara de justiça da comarca de Barra do Corda desde fevereiro de 2020, mesmo com uma decisão da Terceira Câmara do Tribunal de Justiça aqui da capital são Luís em que determinava com urgência o envio do processo para ser julgado pelo tribunal do júri aqui em São Luís.

Ocorre, que a decisão do Tribunal de Justiça não foi cumprida pela segunda vara do fórum de Barra do Corda e o processo dormia nas gavetas. Motivo? Ninguém consegue explicar. Mesmo se tratando de um crime que ceifou a vida do ex-prefeito daquela cidade, o Nenzin, no dia 6 de dezembro de 2017. O crime com requinte de crueldade abalou e comoveu a população de Barra do Corda e de todo o Maranhão.

Primeiro, lá no início, o juiz Iran Kurban Filho deu andamento ao processo penal, realizou audiências e sentenciou Júnior do Nenzin ao Tribunal do Júri. O ministério Público acionou o Tribunal de Justiça para retirar o júri de Barra do Corda e fosse realizado na capital. O pedido do Ministério Público foi aceito por 3 votos a zero, em fevereiro de 2020.

Após essa decisão, o processo ficou congelado na segunda vara de Barra do Corda.

Nesta terça-feira, 21 de junho de 2022, o juiz Antônio Elias de Queiroga Filho determinou o envio urgente de todo o processo penal para São Luís. Com essa decisão, o fórum aqui da capital São Luís deverá marcar a qualquer momento a sessão do tribunal do júri que julgará Júnior do Nenzin, acusado pelo MP de ter assassinado o próprio pai no dia 6 de dezembro de 2017 com um tiro no pescoço.

Nenzin era pai do ex-deputado estadual e atual prefeito de Barra do Corda, Rigo Teles. DoDomingosCosta

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários