Confirmada primeira morte pela variante ômicron no Brasil

A Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia (GO) confirmou nesta quinta-feira (6) o primeiro óbito pela variante ômicron no Brasil. A comprovação ocorreu por meio de sequenciamento genômico.

A vítima é um homem de 68 anos, portador de doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão arterial. Ele estava internado em unidade hospitalar. O paciente era contactante de um caso que a pasta já havia confirmado como infecção pela variante. O homem estava vacinado com três doses.

A confirmação do primeiro óbito ocorre exatamente dez dias após a declaração de transmissão comunitária na cidade. A detecção foi possível graças ao Programa Municipal de Sequenciamento Genômico que tem feito a análise de amostras positivas de RT-PCR coletadas no município para mapear a informação genética e identificar as variantes do SARS-CoV-2 (novo coronavírus) em circulação. Até o momento, 2.386 sequenciamentos já foram realizados na cidade, que já confirmou 55 casos de Ômicron. A prevalência da variante alcançou a casa dos 93,5%.

Vigilância constante

O prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha, lamentou a confirmação do primeiro óbito e chamou a atenção da população para as medidas de prevenção. “Determinei a ampliação do Programa de Vigilância Genômica para que possamos acompanhar o avanço de qualquer nova variante e hoje, com tristeza, recebi a notícia da primeira vítima fatal da ômicron”, declarou.

Com informações da Prefeitura de Aparecida de Goiânia

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários