Maranhão votou na PEC dos Precatórios

Publicado em  por John Cutrim

Por 312 votos a 144, a Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (4), em primeiro turno, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios. A proposta recebeu somente quatro votos a mais que os necessários (308) para aprovação de uma emenda à Constituição

“Tivemos importantes 25 votos de partidos de oposição, de PSB e PDT”, afirmou o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), defensor e patrocinador da proposta. A PEC é a principal aposta do governo para viabilizar o programa social Auxílio Brasil — anunciado pelo governo para suceder o Bolsa Família.

A proposta adia o pagamento de precatórios (dívidas do governo já reconhecidas pela Justiça), a fim de viabilizar a concessão de pelo menos R$ 400 mensais aos beneficiários do novo programa no ano eleitoral de 2022.

Ao todo, 25 votos, dos 312, vieram de parlamentares de partidos de esquerda: 15 do PDT e dez do PSB. Depois de Ciro Gomes anunciar a suspensão de sua pré-candidatura à Presidência pelo PDT, o presidente do partido, Carlos Lupi, anunciou no Twitter que está acionando o STF contra a decisão de Arthur Lira que permitiu que parlamentares participassem de forma remota da votação da PEC dos precatórios.

Veja como votaram os deputados do Maranhão:

Votaram Sim (favorável à PEC)

Aluisio Mendes PSC

André Fufuca PP

Cleber Verde REPUBLICANOS

Edilázio Júnior PSD

Gastão Vieira PROS

Josimar Maranhãozinho PL

Josivaldo JP PODEMOS

Junior Lourenço PL

Juscelino Filho DEM

Marreca Filho PATRIOTA

Pastor Gildenemyr PL

Pedro Lucas Fernandes PTB

Votaram Não (contra)

João Marcelo Souza MDB

Bira do Pindaré PSB

Hildo Rocha MDB

Rubens Pereira Jr PC do B

Ausentes

Zé Carlos PT

Gil Cutrim Republicanos

DDo JohnCutrim

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
guest
1 Comentário
Antigos
Novos Mais Votados
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Wilma Alves Léda Lima
Wilma Alves Léda Lima
22 dias atrás

Senhores Deputados Federais aguardem as eleições de 2022 vocês que votou a PEC contra os professores!!