Lobao

Três suspeitos de assassinar o tenente-coronel PM Ronilson Gomes Pinto, de 46 anos, foram presos nesta sexta-feira (29).

Dois deles foram presos pela manhã por policiais militares, que estavam realizando diligências desde o momento da ocorrência do crime.

O terceiro envolvido, identificado apenas como Arlisson, teria se apresentado com um advogado na delegacia e recebeu voz de prisão. A polícia tenta localizar o quarto suspeito de participar do crime.

Neste sábado, a SHPP deve passar mais informações sobre as prisões dos suspeitos e detalhes dos depoimentos.

O tenente coronel foi sepultado nesta sexta-feira (29). O caixão com o corpo foi colocado em um carro do Corpo de Bombeiros e seguiu em cortejo até o cemitério. Um grande número de policiais, amigos e familiares foram se despedir do militar.

O crime

O tenente-coronel foi morto a tiros, na tarde de quinta-feira (28), no Residencial Pinheiros, em São Luís, durante uma tentativa de assalto. Segundo a polícia, os assaltantes chegaram a adentrar a casa do militar para roubar. Houve uma reação e troca de tiros e Ronilson terminou sendo alvejado e morreu no local.

Após o crime, os bandidos fugiram levando arma e o carro do tenente-coronel. O veículo foi abandonado nas proximidades.

Os assaltantes estavam em um veículo Peugeot, de placas NNI-9840, que foi roubado no La Belle Park.

Ronilson era do Batalhão de Choque e estava lotado no Fórum Desembargador Sarney Costa. GilbertoLima

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.