Roberto Rocha ‘cagueta’ Weverton a Bolsonaro e presidente manda suspender emendas do senador pedetista

Para além das suas emendas impositivas, o senador Weverton Rocha, presidente do PDT no Maranhão, ‘andava’ com planilhas na qual constavam nomes de dezenas de municípios se gabando da facilidade de liberar recursos em Brasília para seus aliados maranhenses.

Ocorre que o senador é árduo opositor do presidente Jair Bolsonaro.

As facilidades encontradas por Weverton junto aos diversos Ministérios foi tema de uma reunião entre o senador Roberto Rocha (PSDB) e o presidente da República.

Na oportunidade, Roberto ‘caguetou’ a Jair a desenvoltura do conterrâneo e colega de Plenário nos órgãos federais os quais ele próprio critica dia e noite.

Não deu outra, Bolsonaro mandou suspender tudo que tenha a rubrica de Weverton Rocha sob o argumento que em seu governo funciona assim: “aos aliados a Lei e, aos adversários, o rigor da Lei.

Agora, o pedetista tá sem o que oferecer para seus aliados prefeitos no interior.

Enquanto isso, nesta terça-feira (05), o vice-governador Carlos Brandão assumiu o comando do governo do Estado do Maranhão.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
guest
1 Comentário
Antigos
Novos Mais Votados
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Jcn
Jcn
1 ano atrás

Só para entender:MP é ou não é defensor do povo, em especial os mais humildes, ou seja , pessoas que não sabem e nem tem condições de se defenderem????.SÓ QUERIA ENTENDER!!!!.Porque será ISSO???.