Justiça nega pedido para suspender a convocação dos aprovados do concurso de Tuntum

Uma Ação Popular, com pedido de liminar (Tutela de Urgência), que requeria a suspensão da convocação dos aprovados no último concurso público de Tuntum, foi indeferida (negada) pela justiça. A ação foi impetrada em nome de uma funcionária pública do município e irmã de um futuro membro do primeiro escalão do prefeito eleito Fernando Pessoa, deixando subtendido o interesse direto da próxima gestão em não ser realizada a convocação dos aprovados. 

Na peça que tem como constituído o advogado Rodrigo Reis Costa, até então desconhecido no cenário jurídico local, são discorridas alegações embasadas no aumento das despesas, que segundo ele poderá provocar grave lesão a ordem pública com a consequente paralização dos serviços públicos, além de ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“É flagrante o aumento de despesa com pessoal, o que vai de encontro com os
dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal, tendo em vista, que irresponsavelmente
foram convocados todos os aprovados de uma só vez, sem qualquer estudo orçamentário
antecedente.
A finalidade é tão somente prejudicar a próxima administração, que tomará
posse no dia 01 de janeiro de 2021”. 

Na proposição, ainda foi relacionada anteriormente, uma petição do Ministério Público pedindo à justiça a convocação dos aprovados, e, posteriormente, uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça ao Município suspendendo a convocação de forma provisória, tornando sem efeito a decisão da Justiça da Comarca de Tuntum após a intercessão do MP em favor dos aprovados.

Em suma, sem tanta delonga, o Juizo da Comarca de Tuntum ideferiu o pedido de liminar para suspender o edital de convocação dos aprovados do concurso público, destacando preliminarmente, o seguinte: “O momento da nomeação dentro do prazo de validade do concurso público é ato discricionário da Administração, sendo vedado ao Poder Judiciário interferir, sob pena de ofensa à tripartição constitucional dos poderes”.

Confira parte da decisão que frustou, possivelmente, a próxima gestão em tentar suspender o edital de convocação 001/2020:

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
guest
4 Comentários
Antigos
Novos Mais Votados
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Adriano
Adriano
1 ano atrás

Rapaz, tu é babaca que vive de fala mau das pessoas, cara pq tu não fala do prefeito atual que não paga os funcionários… agora quero ver se tu é homem… quem tá te mandando essa mensagem sou eu… Adriano Henrique Andrade… mas conhecido como Diba…..

Anônimo
Anônimo
1 ano atrás
Responder a  Adriano

Vai lá no blog do Pedro Jorge reclama! Pq ele fica sempre puxando o saco do Fernando Pessoa, agora quanto ao concurso é direito de quem estudou e passou ser apossado.

Tuntum
Tuntum
1 ano atrás

Cadê se teu prefeito deu pêlo menos feliz Natal pro povo de tuntum

Anônimo
Anônimo
1 ano atrás
Responder a  Tuntum

Feliz Natal
TEMA CUNHA